Crise

Crise
Crise Brasileira

quarta-feira, 14 de setembro de 2016

PRIVATIZAÇÕES, O MAIOR CRIME DE LESA-PÁTRIA DE NOSSA HISTÓRIA




                                                                                                   OBRA.pdf


                  "Chegamos ao limite da nossa irresponsabilidade." 

0. Os criminosos
1. TELECOMUNICAÇÕES
3. Bancos
4.
5.

https://epocaestadobrasil.wordpress.com/

Um dos principais responsáveis pela rápida saída do Brasil da crise econômica mundial de 2008, o BNDES quase foi privatizado no governo do PSDB.No geral, foram privatizadas, entre 1990 e 1999, 166 empresas, com 546 mil postos de trabalho extintos diretamente. Carta Maior.
Relação de empresas estatais brasileiras, privatizadas (entregues) pelo do governo neoliberal de FHC e José Serra, junto com governos estaduais da época, principalmente o do ex-governador Geraldo Alckmin.Eles só precisam de maisquatro anos de governo para concluir o serviço que começou com o governo FHC.
  • AES SUL (CEEE Distribuição) – vendida para a empresa americana AES;
  • BANDEIRANTE Energia – vendida para o grupo Português EDP;
  • CELPE – vendida ao grupo espanhol Iberdrola;
  • CEMAR – vendida ao grupo americano Ulem Mannagement Company;
  • CESP TIETE – vendida para a empresa americana DUKE;
  • CETEEP – vendida para a empresa estatal Colombiana ISA;
  • COELBA – vendida ao grupo espanhol Iberdrola;
  • CONGÁS – vendida ao grupo britânico British Gas/Shell;
  • COSERN – vendida ao grupo espanhol Iberdrola;
  • CPFL – vendida para o grupo brasileiro VBC;
  • ELEKTRO – vendida para a empresa americana ENRON;
  • ELETROPAULO – vendida para a empresa americana AES;
  • ESCELSA – vendida ao grupo português GTD Participações, juntamente com o consorcio de Bancos Iven S.A;
  • GERASUL – vendida para empresa Belga Tractebel;
  • LIGHT- vendida ao grupo francês e americano EDF/AES;
  • RGE – vendida para o grupo brasileiro VBC;
  • BAMERINDUS – vendido ao grupo britânico HSBC;
  • BANCO BANESPA – vendido ao grupo espanhol Santander;
  • BANCO MERIDIONAL – vendido para o Banco Bozano;
  • BANCO REAL – vendido ao grupo ABN-AMRO, hoje sob o controle do grupo Santander;
  • BEA (Banco do Amazonas S.A.) – vendido ao Bradesco;
  • BEG (Banco de Goiás) – vendido ao Itaú;
  • CARAIBA – Mineração Caraíba Ltda;
  • CIA. VALE do RIO DOCE;
  • PQU (Petroquímica União S.A);
– Empresas de Telecomunicação do grupo TELEBRAS: EMBRATEL, TELESP, TELEMIG, TELERG, TELEPAR, TELEGOIÁS, TELEMS, TELEMAT, TELEST, TELEBAHIA, TELERGIPE, TELECEARÁ, TELEPARÁ, TELPA, TELPE, TELERN, TELMA, TELERON, TELEAMAPÁ TELAMAZON, TELEPISA, TELEACRE, TELAIMA, TELEBRASÍLIA, TELASA. A maioria vendida a grupos internacionais: espanhol, italiano, mexicano e, algumas a um grupo brasileiro. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário