Crise

Crise
Crise Brasileira

sexta-feira, 2 de novembro de 2018

Já temos ‘Bolsominions’ desamparados



Nonato Menezes

A miséria moral do candidato eleito a presidir o país já se impôs para quem votou nele. Com sensatez singular, logo nas primeiras entrevistas que deu à TV, o “mito” deu potente tapa na cara de seus eleitores, quando disse “que o encerramento das eleições, também acabou com o ciclo de mentiras eleitorais”.

Para quem teve os ânimos acelerados e argumentos trepidando em defesa do “mito”, nenhuma expressão soaria com mais deboche e desprezo que aquela. Justamente porque as motivações de seus eleitores não tiveram amparo em projetos e propostas, nem mesmo em qualquer rabisco de virtude do candidato como pessoa pública. Deixaram-se levar pela crença no discurso vazio, pelo analfabetismo político e pelo ódio ao PT, criado e vendido pela mídia com indumentária a ser aceita facilmente pela idiotice de milhões de brasileiros.


A desfeita veio muito cedo, mas não se trata do que há de pior nesse processo. Ruim mesmo serão as medidas, algumas já anunciadas e outras que serão adotadas a partir de janeiro próximo, entre elas a privatização da previdência, a entrega das nossas riquezas e da nossa soberania aos EUA e a recriação da CPMF, medida esta que ele jurou, em campanha, que não seria adotada.

Quanto ao ódio ao PT, por não ter sido represado na infância, a maioria que se alimentou dele verá que o ditado; “a mentira tem pernas curtas”, fará todo sentido. E para desespero dos odiosos, o PT continua a crescer, elegeu a maior bancada da Câmara nesta eleição e jamais será esquecido por quem é democrático, defende uma política nacional soberana e voltada para os interesses da Nação brasileira.

Com o encerramento das eleições, as expectativas eram de aumento de ocorrências, típicas do Fascismo, mas o que já se percebe é inquietação, com ares de desencanto, de eleitores do “mito”. Isto com menos de uma semana após soltarem rojões pela vitória.

O sentimento de terem sido “traídos” já exala e parece ser aterrador, dada a ligeireza e a sensatez em desvelarem as mentiras usadas na mais sórdida campanha eleitoral que já presenciei.

Que todos continuem com saúde, e que as vidas os iluminem para os próximos pleitos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário